Emoção marca a festa de 21 anos do Centro Loyola

A celebração do aniversário de 21 anos do Centro Loyola PUC-Rio foi marcada pela emoção. No domingo, 8 de março, cerca de 50 pessoas estiveram na Capela São José de Anchieta para participar da Santa Missa, celebrada pelo padre José Maria Fernandes,SJ, diretor da Casa.
Durante a cerimônia, padre Fernandes destacou a importância e o valor das coisas simples. Na homília, ele recordou o tempo em que ainda estava no período de formação, antes de ser ordenado, no qual foi servir em uma comunidade muito pobre na fronteira entre os estados do Amazonas e Mato Grosso. Para chegar à pequena igrejinha, havia pessoas que caminhavam quilômetros por trilhas no meio da mata. O esforço pelas horas de caminhada era compensado com a Santa Missa, que só acontecia uma vez por mês.
Segundo o padre Fernandes, um dos momentos mais marcantes foi o dia em que a comunidade reuniu-se para um momento de oração conduzido por ele. Um dos moradores mais idosos chegou dizendo que estava ali para ver Jesus, mas só havia duas hóstias consagradas e nenhum ostensório. O morador então improvisou, com galhos de árvore e gravetos, um ostensório para que a hóstia fosse colocada e todos pudessem viver aquele momento de adoração: “Foi o ostensório mais bonito que já vi na vida!”, afirmou padre Fernandes. Ele lembrou ainda que, ao final do momento de oração, na hora de comungar, a igrejinha estava cheia e havia apenas duas partículas que foram divididas por todos, como no milagre da multiplicação dos pães.
Depois da missa, os convidados participaram de um pequeno coquetel de confraternização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *