A Evolução e o Conceito Cristão de Criação discutidos em seminário

Na próxima quinta-feira, 30 de março, começa na PUC-Rio o Seminário Religião e Ciência, organizado pelo padre Paul Schweitzer, SJ, em parceria com o Centro Loyola de Fé e Cultura. O encontro traz o tema Evolução e o Conceito Cristão de Criação, apresentado pelo padre Bruno Nobre, SJ, Doutor em Física de Partículas e Pós-Doutor nas áreas de Filosofia e Religião. No seminário, padre Bruno irá discutir respostas teológicas a alguns desafios colocados à doutrina cristã pela ciência contemporânea. As respostas serão baseadas na reflexão de teólogos como Karl Rahner, Elizabeth Johnson, Denis Edwards e John Haught, entre outros.

Segundo padre Paul, a ideia é que este seja o primeiro de uma série de encontros mensais, sempre com temas relacionados ao diálogo entre fé e ciência:

– Será que o acaso existe na interpretação mais profunda da realidade? A Mecânica Quântica propõe isso. Será que Deus intervém na evolução do Universo? Nossa fé cristã diz que sim, e tem cientistas que dizem que não, mas não é uma questão da ciência, é uma opinião deles. Uma outra questão é como conciliar o livre-arbítrio com a física atual? O grande matemático e lógico Kurt Gödel, um dos maiores lógicos na história da humanidade, tinha uma prova da existência de Deus usando a matemática, então talvez também tratemos disso. E certamente depois vão surgir outros temas – adiantou.

Embora seja voltado para a comunidade científica e acadêmica, o encontro é aberto a todas as pessoas que queiram saber mais sobre a relação entre a ciência atual e a fé cristã. Para participar, não é necessário fazer inscrição, basta chegar na quinta-feira, 30, às 17h30m, no Auditório Padre Anchieta, Pilotis do Edifício Cardeal Leme, na PUC-Rio.

A PUC fica na rua Marquês de São Vicente, 225, na Gávea. Também é possível acessar o campus por outra entrada, na Avenida Padre Leonel Franca, S/N. Para mais informações, ligue 3527-2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *