Illuminatio

Pelo fato de a vida ser tão corrida e sem muito tempo ou espaço para reflexão, meditação e contemplação mais profundas, sente-se, cada vez mais, a necessidade de se ter um momento de oração mais intensa que ajude as pessoas a integrarem a vida, ainda no meio do turbilhão das atividades que se acumulam. Neste sentido, o Centro Loyola de Fé e Cultura busca oferecer à comunidade acadêmica e a quem mais desejar uma oportunidade para uma pausa, no meio da semana de trabalhos e estudos, às quartas-feiras, para um refúgio e um diálogo macroecumênico ao mesmo tempo, por meio de um Lucernário (oração à luz de velas e com cantos e refrões meditativos) ao estilo da comunidade ecumênica de Taizé. Refúgio, porque ajuda a apaziguar os sentimentos que nos desordenam quando tomamos certa distância deles no silêncio e na paz; diálogo, porque nos coloca lado a lado com as várias tradições e estilos de manifestações de crença e sentidos de pertença, que habitam nossos espaços formativos, dentro e fora da Universidade, e se dispõem a frequentar o mesmo lugar de oração, em vista de anseios comuns, quando se trata da concórdia e da unidade, na diversidade de dons e de carismas.
O Projeto Illuminatio encontra, portanto, solo fértil no chão da vida de tanta gente que procura interiorizar suas questões e rezar junto de outros que também se sentem interpelados frente aos desdobramentos das mesmas inquietações, que afetam e podem determinar a convivência dos seres humanos, quando colocam em risco a liberdade e a convivência fraterna, se não se harmonizam as várias dimensões que nos constituem na gratuidade de nossas relações com Deus, com a natureza e uns com os outros.

Ser um tempo de oração comum entre as várias tradições religiosas, num sentido de respeito macroecumênico daqueles que se reúnem para louvar, bendizer e agradecer a Deus pela vida, enquanto pedem forças para continuar e seguir no caminho, a despeito dos desafios e processos pessoais vividos individualmente.

O que Desejamos:

Oferecer um tempo de oração e de pausa meditativa e contemplativa da vida.

Estimular o respeito, o conhecimento e a convivência harmoniosa das várias tradições religiosas existentes no nosso meio acadêmico e para além dele.

Possibilitar o diálogo, a partilha e a ação de graças dos que se sentem provocados pelas questões que atravessam a existência humana em meio aos desafios e as angústias do cotidiano.

Proposta

Por meio de refrões meditativos, inspirados no estilo ecumênico da Comunidade de Taizé, alternados por instantes de silêncio, leituras bíblicas e preces universais, pretende-se viver e partilhar, na oração, instantes de pausa e de reflexão, meditação e contemplação da vida e das relações que tocam a existência humana, de uma forma mais profunda e mais abrangente.

Parcerias