Café com Arte – Línguas Indígenas: Encontro da Biologia com a Arte e a Cultura

Data: Sábado, 8 de junho de 2019, das 9h30 às 11h30.

Descrição: 2019 foi escolhido pela UNESCO como o Ano Internacional das Línguas Indígenas. E neste encontro do Café com Arte, a pesquisadora Cilene Rodrigues e o índio Karai Mirim (Algemiro da Silva) irão conversar conosco sobre as línguas indígenas e a importância de sua preservação e análise, uma vez que elas são, entre outras coisas, matéria-prima para investigações sobre a própria condição humana. Estudos apontam que a linguagem é uma habilidade cognitiva exclusiva dos seres humanos, que desempenha um importante papel no desenvolvimento de outras habilidades mentais. Na palestra, será tratada a questão da origem das palavras, demonstrando o quanto as línguas indígenas estão presentes no português falado no Brasil. Também será recordado o papel do padre Anchieta, autor da primeira obra publicada sobre a gramática da língua Tupi: o livro A Arte de Gramática da Língua Mais Usada na Costa do Brasil, publicado em 1595. A partir daí, vamos discutir a importância da língua em uma cultura. Como em todas as edições do projeto Café com Arte, antes da palestra, às 9h30, serviremos o café da manhã em nossa varanda.

Palestrantes: Cilene Rodrigues, PhD em Linguística/Teoria Formal da Linguagem pela University of Maryland (EUA), e o índio Karai Mirim (Algemiro da Silva) da etnia Guarani Mbya.

Local: Centro Loyola de Fé e Cultura PUC-Rio, na Estrada da Gávea, 1, Gávea.

Investimento: R$ 30. Este valor inclui a participação na palestra e o café da manhã. O pagamento deverá ser feito via boleto bancário que será enviado por e-mail após a confirmação da inscrição. Por envolver o preparo de alimentos, para este evento não serão aceitas inscrições e pagamento na hora.

INSCREVA-SE AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *